Retrospetiva: de volta do CLT 2017

Faz quase uma semana desde os dias do Chemnitzer Linux: tempo para uma breve revisão (Link em alemão):

Uma longa história resumida: esta reunião foi um grande sucesso.

Alfred e eu chegamos sexta-feira à noite e  formos verificar a localização do evento. O slogan do CLT 2017 “Barrieren einreißen” (ingl: “derrubar barreiras”) não poderia ter sido escolhido melhor. Para chegar lá pelo caminho mais curto que tivemos que derrubar muitas barreiras, pois parece que Chemnitz é um único grande canteiro de obras. Por isso, levamos um tempo para encontrar a melhor rota alternativa.

Quando chegamos, fomos calorosamente recebidos pela equipe da organização e tivemos nossa primeira discussão, sobre a relação entre o número de projetos livres e o número de empresas e o perigo de patrocinar esse tipo de evento pelas grandes empresas. Por outro lado, os projetos gratuitos beneficiam dos custos mais baixos, da preparação do estande (incluindo impressão gratuita de um cartaz) e de dois dias de refeições gratuita.

sdr

Na manhã de sábado, após a chegada de Jürgen e Frank para completar o nosso atendimento, ficamos um pouco receosos de que o nosso estande não recebesse suficiente atenção, porque estava localizado num canto. Aconteceu que não foi o caso: estávamos entrando em contato com muitas pessoas diferentes e havia tempo suficiente para várias discussões sobre o nosso projeto. Também a nossa apresentação da próxima Mageia 6 levantou muito interesse. Também tivemos muitos brindes, como canetas, adesivos, copos, t-shirts e porta USB (que trocamos por uma pequena doação) e também os biscoitos suíços atraíram visitantes e atendentes de estandes da mesma maneira. Porque havia 4 de nós, houve também algum tempo para visitar conversas e entrar em contacto com outros projetos em torno de nós.

No sábado à noite houve (como todos os anos) o grande jantar para os funcionários e atendentes de estandes com muita comida e bebida. E mesmo lá tivemos algumas discussões muito interessantes e informativas com pessoas de outros projetos ou associações (um especial respeito a Christoph de LUG Frankfurt  (Link em alemão), se ele está lendo isso).

Parecia que o domingo não era tão ocupado (muitos dos visitantes já haviam visitado o estande no sábado), mas de qualquer maneira o estande da Mageia ainda atraiu muitos outros visitantes. Havia alguns que cumprimentaram a Mageia como a única distribuição em que seu WIFI funcionou ou outros que estão usando esta distribuição ​​e seus antecessores, desde os tempos da Mandrake. No entanto, ainda há algumas pessoas ao redor que nunca tinha ouvido falar sobre a Mageia, embora ele já exista há cerca de 7 anos e lançou 5 grandes versões. Então isso deve nos levar a aumentar o nosso marketing como fizemos com esta presença na CLT.

Finalmente, queremos dizer um grande “Obrigado” à equipe de organização da CLT 2017 por nos dar a oportunidade de apresentar a Mageia lá. Em troca da impressão de um segundo cartaz, doamos € 20  aos pingüins do parque de animais em Limbach-Oberfrohna, que são adotados pela CLT (Link em alemão / Video in German).

(escrito em inglês por Marc Lattemann e traduzido por macxi)

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *